domingo, 24 de abril de 2005

Diálogo curto (s)

Oi.
olá.
fazendo?
sei lá!
falou.
que é?
nada... é. nada...
fala.
não. não é nada.
fala, pô.
nada, sério.
Bah!
...
que é??
calma, não é nada. Não sei de onde tirei essa idéia.
que idéia, pô?
nada. você não concordaria.
com o quê??
...
com o quê????
ahn... nada.
... Vai à merda.
...
...
Você vem sempre aqui?
venho.
...
[tosse.]
oi?
falei nada.
mas eu achei...
nada.
...
...
Você não tem nada pra falar?
Com você?
...
o que você quer?
...
fala, pombas!
...
humpf...
...
...
tá. eu falo.
Ora! Por favor.
mas é que não sei...
Vem cá: não enche o saco.
... desculpa.
...
... desculpa.
... tá!
...
...
...
... vem cá: o que você ia me falar aquela hora?
Você quer mesmo saber?
Quero, pô! Fala logo.
É que eu tive uma idéia.
Explicite-a.
Lembra daquele dia?
Qual?
O da árvore.
Sei, que é que tem?
Vamos fazer de novo?
Vamos.
Legal!
...
Quando?
Sei lá, pô. Quando der.
E a Lu?
que que tem a Lu?
E a lu?
sei lá. O que você quer?
Acho que a gente não precisa chamar ela, né?
Você que sabe...
E o Minhoca?
O Minhoca sim, né?
Não sei...
Pô! qual o seu problema com o Minhoca?
Não. se você quer a gente chama ele.
...


******


Senhor, diga-me algo sábio.
Não.



******

São três moedas.
Três moedas??
Mas da última vez que eu vim eram só duas!
Agora são três.
Mas eu só tenho duas moedas.
Como só duas?
é.
Vocâ já comeu, tem que me pagar três.
Mas eu não tenho três. Só tenho duas.
Mas tem que me pagar três.
E agora?
Você tem que me pagar três.
Mas eu não tenho três, o que você quer que eu faça?
Não sei. Eu tenho que receber três.
Posso te trazer a outra moeda mês que vem?
Daqui a um mês??
É que eu não tenho mais moedas.
Arranja. Eu tenho que receber três moedas.
Mas eu só tenho duas.
Posso te pagar depois?
E como eu vou saber que você vai me pagar?
Olha pra mim! Eu não vou te dar o calote.
Eu quero três moedas.
Pois eu não tenho três moedas!
Pede para o seu pai.
Não posso...
Então dá um jeito. Olha aqui, moleque, eu não tenho tempo.
Eu te trago amanhã a outra moeda!
E como eu sei que você vai trazer?
Você não sabe.
Deixa de brincadeira, moleque!
Eu não tenho três moedas....
Deixa de escândalo. Não é nada, gente! Moleque, pára de chorar.
Me desculpa, senhor, eu não sabia que agora eram três moedas...
Olha, vamos fazer o seguinte. Você me dá duas moedas agora e paga a terceira depois.
Posso?
Pode. Isso. Assim está melhor. Mas você vai ter que me dar esse seu boneco como caução.
Que?
Me dá o boneco. Eu te devolvo quando você me der a outra moeda.
Chato!! Então toma as três agora! Chato! Chato!


******

É?
É...
Uh!


****

3 comentários:

  1. Minha medida de 'curto' está com defeito :o((

    ResponderExcluir
  2. Curto não de duração... cada frase é curta.

    ResponderExcluir
  3. Mas o significado é mais comprido mesmo que o tempo. Quanto ao dia da árvore, quem é Minhoca?

    ResponderExcluir