quarta-feira, 17 de agosto de 2005

Acerca de bobagens

Y- O elétron é uma partícula!
T- Não necessariamente!
Y- Vejam as minhas mãos. A fechada é o elétron. A aberta não.
T- Prossiga.
Y- Os elétrons se deslocam da seguinte forma: PLOC!
T- Oh!
Y- E o som dessa movimentação pontual é a partícula fundamental de todo o som do mundo.
T- Oh! Quanta bobagem!
Y- Não é não.
T- Veja bem: não existem camadas eletrônicas.
Y- Acaso eu teria dito semelhante bobagem?
T- Não, admitimos. Mas elétrons não se comportam dessa forma!
Y- Acabei de mostrar que se comportam! Vejam novamente: PLOC!
T- Suas mãos não são elétrons!
Y- Errado. Eu disse que eram, não lembram?
T- Lembramos, admitimos.
Y- Então?
T- São mãos diferentes!
Y- Não são mãos! É apenas um elétron. E um pedaço de nada.
T- E por onde o som se projeta? Não há som no vácuo!
Y- Mas vocês ouviram o PLOC, não ouviram?
T- Ouvimos, admitimos.
Y- Não deviam ter ouvido, já que estávamos no vácuo. Duas possibilidades se abrem: o som se propaga no vácuo ou o elétron e o pedaço de nada que eu mostrei não são o que parecem.
T- Parece-nos correto.
Y- Vocês diziam que se pareciam com mãos, não?
T- Sim, de fato!
Y- Se o elétron e o pedaço de nada que eu mostrei não são o que parecem e eles se pareciam com as minhas mãos, ercebemos que não eram mãos, e sim, um elétron e um pedaço de nada.
T- Oh!

------------------------------------

ânus
me lembra

me lembra
palavrão
me lembra
garotinho na sala
me lembra
eu garotinho
me lembra
necessidade de limpeza
me lembra
psiquiatra
me lembra
lavagem cerebral
me lembra
limpeza
me lembra
sujeira
me lembra
boca-suja
me lembra
sabão
me lembra
maquiagem
...

"Ânus me lembra anos."

---------------------------------------

A reação à Lei do Chá, aplicada pela Inglaterra nas 13 Colônias, foi, além da Festa do Chá, o aumento no consumo de chocolate e café.

---------------------------------------

o-pei-to-do-pé-do-pa-dre-pe-dro-é-pre-to

----------------------------------------

preto no preto
branco no branco
preto no branco
branco no preto

-------------------------------------

Não é interessante uma existência tão virtual?

3 comentários:

  1. Definitivamente você não tem nexo... Talvez por isso eu me identifique tanto com você... Talvez por isso eu te ache tão maluco... Talvez por isso eu me divirta com você... Talvez por isso eu te odeie tanto... Talvez por isso eu te adore tanto... Talvez por isso eu não consiga viver sem você...

    É... deve ser por isso...

    ResponderExcluir
  2. ...

    Às vezes eu acho que o Luque vai te pedir em casamento, Y-kun...

    Você é louco.

    ResponderExcluir
  3. Não sou louco. Aceita uma xícara de chá?

    ResponderExcluir