segunda-feira, 20 de março de 2006

Carta Imaginária

"Adeus.

Não se preocupem comigo; não me odeiem. Estou indo embora. Não me perdoem. Vou embora, me aquecer. Buscar o Mundo. E ser buscado.

Adeus,"

(Escreveria o nome de cada um.)

2 comentários:

  1. Tenho vontade de dizer adeus
    e uma vontade contrária
    de te segurar e dizer
    que vou com você

    mas não sei qual das vontades
    o se são as duas juntas
    que me fazem perceber

    que no escuro finjo
    e uma lágrima diz que vai correr

    ResponderExcluir
  2. As lágrimas não se anunciam. E eu não anunciaria minha partida.

    ResponderExcluir