sábado, 22 de abril de 2006

Diz-que.

Dizem que as freiras são santas.
Não são.
São penitentes.

Dizem que eu devia ir pro Inferno.
Não devia.
Não devia.

Dizem que eu devo corar.
Devo não.
Ficar com mais vergonha?

Dizem que o milho verde é salgado.
Não é não.
É doce.

Dizem que nada faz sentido.
Tá errado.
O sentido tá na cara.

Dizem que eu devia relaxar.
Não devia.
Tem nada pronto ainda.

Dizem gente velha não faz revolução.
Faz sim.
De um outro jeito.

Dizem que beijo nos lábios só com aliança no dedo.
Não é assim.
Todo mundo sabe.

Dizem que não.
Está certo.
Então não.

Dizem que sim.
Mas será?
Melhor não.

Dizem que não dá.
E daí?
Depois não dá.

Dizem por favor.
Não é favor
O ganha pão.

Dizem que vai chover.
Levar guarda-chuva.
(Vai que chove!)

Dizem que é feio.
A gente acredita.
E tenta fazer bonito.

Dizem que é de verdade.
Então tá.
É.

Dizem que eu fui estúpido.
E dá dor de cabeça
Esconder a cara de vergonha.

Um comentário: