quinta-feira, 13 de julho de 2006

Reencontrar

Oi!
Ei: Oi!
Tudo bem com você?
Eu, aqui!
Olha pra mim
Quero conversar, estou com saudade
Não vai embora não...
Olha... já faz tanto tempo que a gente não.
Você está me ouvindo?
Estou aqui!
Já faz tanto tempo... se lembra?
Olha. Sou eu aqui, não lembra de mim?
Sou eu. Mesmo!
Você está brava comigo?
Não fica.
Estou com tanta saudade. Faz tanto tempo.
Olha pra mim, por favor!
Aqui! Isso!
Não...
Não lembra de mim?
Sou eu mesmo.
Estou um pouco diferente, mudei. Mas não tanto...
Sou eu mesmo, olha! Vem aqui, me dá um abraço.
Por favor, fala comigo! Eu fiz alguma coisa?
Se fiz, me desculpa
Não lembra tudo que a gente?
Lembra?
Estou com tanta saudade.
E faz tanto tempo.
Olha pra mim!
Não lembra?
Sou eu, você me conhece. Você gosta de mim.
Eu gosto de você! E estava com tanta saudade...
Faz muito tempo, não é?
Você está mudada, mas eu te reconheci!
Gosto tanto de você, meu deus.
Olha pra mim, vai?
Vamos conversar, faz tanto tempo.
Quero te contar tanta coisa
Quero falar sobre tudo, como fazíamos, lembra?
Era tão gostoso...
A gente ria, chorava... não se lembra?
Por favor...
Que silêncio!
Até parece que.
Eu sei que é você, você sabe que sou eu.
Não faça isso, vem cá. Tanto tempo!
Vem cá, vamos lembrar tudo, vamos sair, fazer qualquer coisa.
Vamos... por favor.
Faz tempo tempo e eu.
Por que não olha pra mim? Até parece que.
Vamos dançar, vai...
Dançar... eu ainda não sei dançar!
Por favor... Não lembra?
Nós.
Tudo bem, talvez.
Olha, se você preferir.
Vamos nos conhecer de novo, faz tanto tempo!
Vamos...
Olha: vamos fazer assim: não nos conhecemos, eu aceito!
Vamos sair, nos ver. Gosto tanto de
Estou aqui, quer saber meu nome?
Eu digo, me apresento! Que tal?
Me apresento... Olha pra mim, não faz assim.
Olha pra mim, por favor, me diz qualquer coisa.
Eu desapareço depois se você quiser.
A gente era tão.
Faz tanto tempo.
Deixa eu ver que você ainda.
Olha pra mim... fala qualquer coisa.
Faz tanto tempo...
Tanto tempo...
Onde você?
Onde está...
Não quer mesmo?
Estou aqui... sou eu mesmo. Eu! Lembra? Era tão...
Eu gosto muito de você, viu.
Vou dizer meu telefone, aí você me liga, tá bom?
Queria te ver...
Queria te.
Vou esperar então.
Vou esperar, viu?
Foi bom te ver.
Fazia tanto.
Foi bom.
Vou esperar!
Estava com saudades!
Vamos nos.
Vou esperar.
Você não...
Tchau!
Foi bom, viu!
Até...
Não quer...?
Até...
...
...
...

Nenhum comentário:

Postar um comentário