sábado, 6 de janeiro de 2007

Cósmico

Este é um universo no qual por diversos meios é possível conter o afastamento das galáxias, estas sempre extremamente influenciáveis pelas questões mais levianas que se pode imaginar. Não é de se espantar que em determinado momento uma delas, próxima à boca do espaço, de um só pulo alcance a prateleira do alto apenas para poder rabiscar seus desenhos em meio àquela poeira toda que ninguém nunca se deu ao trabalho de limpar. Meticulosamente utilizando a ponta das unhas para fazer os mínimos e indispensáveis detalhes, põe-se a gritar e chama toda a gama de corpos cósmicos para a sala, com o único intuito de utilizá-los como moldura de sua arte, ou adubo para as plantas, convalescentes do inverno.
Ou mesmo quando a descoberta de um plático bolha une todas as partículas fundamentais na divertida tarefa de estourar bolhas, uma a uma. Fica claro que caminham todas em direção ao centro (onde ainda há bolhas por estourar), nitidamente modificando os campos gravitacionais e desnudando outras forças, que vivem no chamado underground e não tem qualquer compromisso com o status quo do universo, vejam só.

Um comentário:

  1. Realmente, vc viajou um bocadinho... Eu acho que até entendi metade.
    Como vai o cometa?

    ResponderExcluir