quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

Meu corpo de 1,80m e sessenta e tantos quilos
Já não cresce
Nele acumulam-se cicatrizes, manchas, marcas e dores.

Meu corpo enche-se de vazios.
Sou eu também em meus vazios.

(Meu corpo dolorido nunca foi tão nitidamente eu-próprio.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário