quarta-feira, 2 de maio de 2007

Depois de desencanar de quase tudo, comer até me encher, dormir sem parar, escrever quase nada, desenhar quase nada, descansar os joelhos e desistir das vontades antigas (sem botar nada no lugar!) a única coisa que eu peço agora é jogar um pouquinho de bola, uma pelada, artilheiro, que seja, mas só pra correr um pouco, me mexer, jogar qual quando a gente se fode em todo o resto ou está se fodendo pra todo o resto. Jogar e se deliciar: exigindo pênalti, tentando bicicleta, enfiando carrinho, furando feio, e até fazer aquele gol lindo que vira lenda mas não passa no jornal; melhor.

2 comentários: