domingo, 30 de novembro de 2008

Nossos vinte anos

E por que se chama assim?

Porque eu fiz vinte anos há poucos dias, com a necessidade de criar um projeto pessoal que me tomasse o tempo e a atenção. Não que eu não tenha muitos outros projetos, mas a internet - se mantida de forma livre e experimental - permite a criação de possibilidades de relação em rede interessantes. O conhecimento empírico vivido pode ser trocado de uma forma não-formal e pode extrapolar as nossas relações tanto on quanto off.

São nossos vinte anos porque o período de tempo que eu chamo de meus vinte anos são construídos de forma relacional. Então, se por um lado o título do blog pode aparentemente restringir o conjunto dos potenciais leitores, por outro é a explicitação de algo que já existe: a participação ativa e criativa de outras gentes naquilo que caracteriza a minha individualidade situada no tempo. Assim, meus vinte anos só podem ser meus se forem nossos. (E não é o Martin Buber aqui?)

Ainda, se a paciência permite mais uma decorrência disso aí, o meu se dispersa. Se eu digo que os nossos vinte anos são meus, qualquer outro também tem essa possibilidade. Talvez por isso eu tenha colocado ali em cima que aceito colaboradores. Quem sabe ele um dia realize sua proposta de interatividade. Vocês me digam.

3 comentários:

  1. interessante!
    Olha, vc também lê Buber!!!

    vou participar como visitante, ok?
    :P

    Alias, vc lê Buber pra faculdade?

    ResponderExcluir
  2. Não... a única coisa que eu tenho é uma camiseta dele.
    Pois é.

    ResponderExcluir
  3. eu também tenho vinte anos ^^
    acho uma idade legal. metafóricamente falando. isso não parece uma coisa que eu diria. péraí.




    acho que este blog é um pouco como você, hoje.

    ResponderExcluir