quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

No redemunho

Eu não vou entrar na disputa sobre se o diabo sabe e conhece as coisas futuras... Mas uma coisa posso dizer: muito tempo antes que nós chegássemos, seu espírito já lhes havia predito a nossa vinda: e sei disso não apenas por eles mesmos, mas por vários cristãos portugueses aprisionados por esse povo bárbaro. E o mesmo foi dito aos primeiros espanhóis que descobriram o Peru e o México. 
André Thevet, missionário francês em terra de Brasil.
E seu espírito realmente lhes havia predito. A chegada de demiurgos vindos de além-mar precisa ser compreendida. Os brancos eram os karaiba, que significa heróis dotados de alto conhecimento xamânico. (Como há de ser aqueles que dizem conhecer os segredos da diferença entre o corpo e a alma, e pretendem passar informações sobre um Tupã todo-poderoso - mas claramente aleatório)

E, não entrando na "disputa sobre o diabo", mas que fazem nossos homens da ciência, tecnocratas ou sonhadores, revolucionários ou "neutros"? O redemunho é aqui, com o diabo no meio.


Esperada Marcianita,
acreditam os homens de ciência
que em dois anos mais tu e eu
estaremos bem juntinhos
pelos cantos escuros do céu falaremos de amor.

A distância nos separa mas nos anos 90 seremos felizes os dois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário