terça-feira, 2 de dezembro de 2008

O Pato está na Ratoeira

Também estou trazendo para cá os posts de minha autoria do blog O Pato está na Ratoeira. O blog esteve em vigor entre julho de 2004 e maio de 2008. O blog tinha três autores e vários problemas, mas manteve-se firme como ambiente de publicação de textos, normalmente pessoais e/ou literários dos três integrantes. À medida em que nos afastamos, o blog perdeu seu sentido e está na internet como possibilidade arqueológica.

Não coloco os textos de meus dois amigos aqui porque não se trata de recuperar aquele blog do ostracismo. Trago os meus textos que, embora fora de contexto, podem servir mais facilmente para curiosidades arqueológicas e para fazer interlinks mais viáveis.

Alguns deles, inclusive, poderão receber novos comentários e constituirem algo totalmente diferente do que constituiam naquele blog.

Assim, não pretendo desrespeitar a memória daquele blog que ainda está no ar, mas problematizar de outra maneira o que eu já escrevi por lá e talvez preferisse que se mantivessem no esquecimento.

Por se tratar de uma grande quantidade de textos, virão aos poucos e ficarão na data original. Vocês os encontram através da tag O Pato está na Ratoeira, aí do lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário