terça-feira, 28 de abril de 2009

Maravilha

Porque me veio na cabeça a última vez em que cheguei de avião em São Paulo e ouvi o piloto contar o noivado da aeromoça e uma história de infância enquanto pousávamos.

Terminado o pouso, ainda soltou um "maravilha!"

E olha... pessoalmente a última coisa que eu queria era ser lembrado que o piloto era uma pessoa de verdade. Tem horas que a gente se sente mais seguro com uma máquina bem programada, não?


PS. não esqueci de explicar o post abaixo pro Tito, que pediu. Mas ando sem tempo...

2 comentários:

  1. é uma bela estória.
    quase tão bela quanto a sua dedicação aos leitores o seu blog.

    ResponderExcluir
  2. Me explica também o outro post, por favor, Yu?

    Não sei se tem ligação, mas lendo-o eu lembrei do conto "Nenhum, nenhuma", que estamos lendo no aprofundamento de literatura com o Pedro.

    Ah, e de uma definição de experiência que a Ivone falou ontem...

    ResponderExcluir