quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Versinhos: madrugada

Caros fantasmas
da madrugada,
saúdo-vos com um belo
dum tapa

Nenhum comentário:

Postar um comentário